Basta olhar ao redor e notar que houve um grande aumento de bikes nas ruas. É um fator positivo e a natureza agradece, afinal, é um meio de transporte sustentável. Entretanto, ainda existem muitas dúvidas com relação ao transporte de bikes quando o assunto é deslocamento para destinos mais distantes.

Quais são as regras para o transporte de bikes?

O órgão que determina as normas para o transporte de bikes é o CONTRAN, o objetivo é estabelecer como elas devem ser levadas para que não haja incidência de multas, que aliás é de R$ 191,54 e 7 pontos na carteira.

De acordo com a Resolução nº 589/16 do órgão e suas alterações as normas são as seguintes:

Quando transportadas na parte traseira, as bikes não podem encobrir a placa e nem as luzes. De acordo com o nº 349, se acontecer o encobrimento total ou parcial da placa ou das luzes, será obrigatório o uso da régua de sinalização e de uma segunda placa traseira fixada na régua.

A régua na verdade, tem o objetivo de cumprir o papel do para-choques traseiro. Para um transporte de bikes dentro da lei, ele deve ter pelo menos um metro de largura e o máximo da largura do veículo.

Caso haja exclusão dos retrovisores, é necessário um sistema paralelo de sinalização no veículo.

Para isso, a régua de sinalização deve ter a superfície coberta por faixas refletivas oblíquas com inclinação de 45 graus em relação ao plano horizontal 50,0 +/- 5,0 mm, deve ser nas cores brancas e vermelha refletiva iguais a que estão no para-choque traseiro.

A fixação dessa régua deve ser feita com engates, encaixes, braçadeiras e parafusos.

Com relação a 2ª placa de identificação, é necessário que ela seja lacrada no centro da régua de sinalização ou até mesmo na parte estrutural do veículo, pois deve ficar bem visível.

Veículos que possuem extensor como carretas, não precisam ter régua de sinalização;

Como fazer o transporte de bikes mais fácil?

Podemos perceber acima que para realizar o transporte de bikes dentro das conformidades da lei é preciso muitas alterações no veículo.

Mas, a  boa notícia é que existem formas mais rápidas de fazer o transporte de bikes para qualquer lugar sem que haja toda essa mão de obra.

Me refiro a um serviço especializado de transporte de bikes realizado pela Central Adventure. A empresa é dedicada nesse segmento e pode levar a sua bike para qualquer lugar, especialmente para viagens de cicloturismo.

Como é feito o transporte de bikes nesse caso?

A empresa possui soluções personalizadas para o transporte de bikes, incluem o uso de vans executivas para acomodar os passageiros e atrás, uma carreta onde as bikes são fixadas individualmente para que não ocorram danos.

O transporte de bikes é destinado para grupos de amigos, famílias e empresas que desejam fazer uma cicloviagem nos destinos mais visitados dentro e fora do estado de São Paulo.

Além do transporte de bikes, a Central Adventure organiza pacotes completos de cicloturismo, incluindo: Roteiros, hotéis, suporte, alimentação e aluguel de bikes.

Você não precisa ter todo o trabalho de adaptar o seu carro para o transporte de bikes, deixe isso  com a Central Adventure. As vans possuem todos os registros da EMTU, ARTE SP, SP TRANS, CADASTUR e ANTT para levar os passageiros em segurança até o destino.

Junte- se ao time que gosta de aventuras. Consulte mais informações sobre o transporte de bikes e os pacotes de cicloturismo!

Clique aqui e conheça os Passeios de Cicloturismo da Central Executivo  

Abrir Chat
Precida de Ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?
Powered by